sábado, 28 de agosto de 2010

Reflexos na água

Observando os reflexos na água

Um assunto que não pode passar despercebido e merece muita atenção é o efeito espelho produzido pelas águas. Vejo muitos quadros até mesmo belos e bem pintado mas representando de forma errada os reflexos dos lagos e rios. Isso acontece por falta de observação diretamente do natural ou fotos. Para auxiliar vocês vou descrever os caminhos que eu segui para compreender e pintar os reflexos de forma mais fiel ao natural.

Existem dois tipos de reflexos. Um que é realmente como um espelho, por estar completamente parada a água e outro trêmulo devido as ondas produzidas pelo vento.

Primeiro vamos analisar e comentar sobre os reflexos das águas paradas.
A primeira observação que devemos fazer. Quanto menor o tamanho do lago, menos possibilidades de águas trêmulas. Isso porque o vento não consegue muito efeito devido ao pequeno espaço de ação, a menos que seja um vendaval. Assim sendo, não devemos fazer reflexos distorcidos em pequenas possas se pretendemos pintar uma paisagem em situação normal.
Eu vejo muito esse erro. Fazem risquinhos claros para representar a água, mesmo que seja numa possa. Meus amigos: Não são os riscos contínuos que fazem a água aparecer água, e sim os reflexos.


Esta foto mostra um exemplo de de uma poça onde por ser tão pequena não sofre a ação dos ventos.      Vejam que com a água completamente parada os reflexos são nítidos como um espelho.

Mas realçando também, que pode acontecer de uma poça mesmo sendo tão pequena, ainda ter águas trêmulas. Mas para que isso aconteça, necessário se faz um vendaval. Portanto se um dia for pintar um vendaval não estará errando ao fazer isso. A água é incolor. Apenas refletem as cores.

























Veja na figura abaixo um exemplo de um lago um pouco maior. Ai sim  começa a sofrer os efeitos do vento caso houver, e os reflexos  apresentam um pouco distorcidos. Mas mesmo assim podemos pintar os reflexos sem estarem trêmulos, pois mesmo um lago grande pode estar com as águas paradas devido a ausência do vento. O que não é aconselhável é pintar pequenas poças com reflexos distorcidos. Tudo tem sua exceção mas no aprendizado devemos considerar mais as coisas normais. Coisas que não despertam críticas daqueles que por ventura são observadores.


































Porque o lago grande parece estar com águas paradas mesmo não estando?


Quando vemos um grande lago. Geralmente o observamos a uma certa distância. Distância suficiente para que as pequenas ondas se tornem imperceptíveis. Assim até mesmo um oceano se observarmos de uma distância muito grande, as ondas ficam tão pequenas que aparentemente as águas irão parecer que estão paradas.
   Como vocês podem perceber, temos sim que estar muito atentos a tudo, para não cometermos erros. São erros que dificilmente são percebidos por um leigo em pintura, mas não o é para quem observa a natureza, mesmo que este não seja pintor. Crio que diante a tantos exemplos esteja mais convencido agora que devemos estudar cautelosamente a perspectiva, proporções assim como observar muito a natureza diretamente do natural ou em fotos.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Aprimorando esse site. Como você gostaria que ele ficasse?